Confira o site da FAC
As contribuições de Assis Chateaubriand e dos Diários Associados para o desenvolvimento de uma imprensa livre, moderna, ousada e de qualidade no Brasil - além de outras importantes inserções socioculturais - constituíram uma coleção inestimável de documentos que ensejaram uma ação providencial para preservá-los e disseminá-los para gerações futuras.

Foi neste contexto que membros do Condomínio Acionário dos Diários Associados criaram a Fundação Assis Chateaubriand em 1989, com um desafio: organizar a maior obra memorialística do Brasil, ou seja, os 12.215 artigos publicados por Chateaubriand na imprensa entre 1924 e 1968, além dos discursos proferidos da tribuna do Senado Federal, quando o jornalista representou os estados da Paraíba e do Maranhão.

Com o passar dos anos, houve a necessidade de se ampliar o leque de atuação da entidade, para além da vertente memorialística. Passou-se então a trabalhar com projetos que contribuem para o desenvolvimento do Brasil, a exemplo do que Chateaubriand sempre fez.

Assim, a Fundação promove concursos, seminários e eventos culturais; publica livros e desenvolve uma série de ações em vários estados brasileiros em parceria com órgãos públicos, empresas privadas e representantes do terceiro setor. O trabalho é feito com três focos: informação e comunicação na geração de conhecimento; educação básica e qualificação profissional, e cultura e esporte como ferramentas de transformação social.